07 janeiro 2006

Sobre revolucionários

Hoje, numa biblioteca, deparei com um livro que não conhecia: a autora era Vera Lagoa e o título "Revolucionários que conheci". Trata-se, de certa forma, de um ajuste de contas da autora com alguns pseudo-revolucionários que se acomodaram sem queixas de maior com o Estado Novo e que depois da Abrilada se encheram de "brios" revolucionários, renegando amizades comprometedoras.
Lagoa não poupa os nomes, lá se falando de Stau Monteiro, Urbano Tavares Rodrigues e muitos outros.
Suponho que a obra deve ser mais ou menos inencontrável, se calhar mesmo em alfarrabistas. Alguém tem uma pista que me possa dar?

8 Comments:

Blogger Paulo Cunha Porto said...

Caríssimo:
Eu tenho esse livro, embora não faça ideia de onde pára. Mas costuma aparecer bastante. Da próxima vez que vir um, compro-to. E se, entretanto, achar o meu, podes ir adiantando leitura.
Abraço.

07 janeiro, 2006 19:15  
Blogger JSarto said...

Esse e um outro chamado "A Cambada" aparecem com alguma frequência nos alfarrabistas e naquelas barracas da Feira do Livro que vendem restos de existências.

07 janeiro, 2006 19:50  
Anonymous Anónimo said...

Os "chaqueteiros"....os veletas....

07 janeiro, 2006 20:39  
Blogger Eurico de Barros said...

A editora já desapareceu há muito. Só mesmo num alfarrabista ou, com sorte, na Feira do Livro.

08 janeiro, 2006 01:17  
Blogger F. Santos said...

Obrigado a todos pelas dicas.

08 janeiro, 2006 11:09  
Blogger O Jansenista said...

O livro é uma delícia, aliás como a autora era uma delícia: lembremos que ela vinha "do lado de lá", uma militante de esquerda, em tempos casada com o Tengarrinha, e uma profunda conhecedora da sociedade, que teve a seus pés pela sua beleza e charme (dizem-me as pessoas da geração dela que ela, a Natália Correia e a mãe do herman José eram consideradas as 3 maiores beldades da Lisboa dos anos 50-60). Como ela sabia de mais, os abrileiros não tinham possibilidade de silenciá-la (por meios "legais" ao menos). O que ela não diz no livro sobre a canalha do "reviralho delgadista"!

08 janeiro, 2006 23:10  
Anonymous Anónimo said...

Caro FG Santos,

poderá encontrar o livro, e encomendá-lo, em www.livraria-esperanca.pt. Trata-se de uma enorme livraria no Funchal, que lamentavelmente tem o mau hábito de prender os livros com clips (danificando-lhes as capas), mas muito útil para encontrar livros fora de circulação.

Saudações insulares de um alfacinha no reino do nepotismo,

Ricardo Vieira

06 fevereiro, 2006 17:27  
Blogger F. Santos said...

Muito obrigado pela dica, ai a minha bolsa, com tantas tentações!
Um abraço.

06 fevereiro, 2006 18:15  

Enviar um comentário

<< Home