21 dezembro 2005

Medicamento racista!

Quem sofre de hipertensão conhece o medicamento de nome Cozaar, reputado de grande eficácia no controlo da tensão arterial elevada. Mas essa eficácia não se verifica com pacientes negros, de acordo com a literatura que acompanha o remédio, e como pode ser aqui confirmado.
Aguarda-se a todo o momento a reacção indignada das associações anti-racistas e demais circenses anti-discriminação.
Para os arautos da igualdade e promotores da ideia de que as diferenças entre as raças são mínimas o melhor é lembrarem-se da velha máxima anarquista pintada em algumas paredes de Lisboa durante vários anos: «Aquietai-vos, é a realidade que se engana!»

5 Comments:

Blogger Paulo Cunha Porto said...

Sabes se tem alguma coisa a ver com uma constatação científica que diz terem os provenientes de etnias da África subsariana, geralmente, o sangue mais espesso do que o das outras raças? Não tem nada a ver com a cor da pele, o fenómeno não se encontra, por exemplo, nos naturais da Etiópia.

21 dezembro, 2005 20:49  
Blogger alex said...

Oh diabo....

22 dezembro, 2005 02:21  
Blogger acja said...

Mandem logo prender este cientista racista , os farmacêuticos racistas, os balconistas racistas e os médicos racistas.

22 dezembro, 2005 04:02  
Anonymous Anónimo said...

No macaco funciona?
É só por uma questão de estetistica!
Ah!ah!ah!

Legionário

22 dezembro, 2005 09:30  
Blogger Suevo said...

O acja não lhes dê ideias, se fosse um cientista portugues a escrever isto não digo que o prendessem (mesmo assim nunca se sabe) mas no minimo seria despedido!

22 dezembro, 2005 18:45  

Enviar um comentário

<< Home