24 novembro 2005

Internazionale

A equipa do Marítimo SC que derrotou na passada segunda-feira o meu Belenenses por 1-0 contou com apenas um português no onze titular (os azuis alinharam com seis). Não sei qual será o grau de integração (!) do pobre Briguel no ambiente multicultural que já é imagem de marca do clube que recebe uns dois milhões de euros anuais do governo regional, tendo portanto dez milhões de sócios involuntários (os contribuintes).
Cinco argentinos, dois brasileiros, um camaronês, um português, um colombiano e um uruguaio: onze estrangeiros constituíam ontem a equipa titular do Inter de Milão frente ao Artmedia, um pouco excessivo mesmo para um clube chamado Internazionale, graceja o "Corriere della Sera".
À indignação do jornal "Padania" reagiram responsáveis do clube, debitando a litania habitual sobre racismo, mestiçagem, multiculturalidade, bla, bla, bla. Para quem ainda tem ilusões sobre a Alleanza Nazionale, exemplares serão as palavras do seu deputado Nemmeno Ignazio La Russa: «como adepto interista aceitarei tudo para vencer um título, inclusive uma equipa com onze clandestinos». Blague ou não, estas palavras reflectem bem o estado de deliquescência a que chegámos.

8 Comments:

Blogger Paulo Cunha Porto said...

Qual foi o Clube Português que resistiu mais tempo à contratação de estrangeiros, qual foi ele?

24 novembro, 2005 21:54  
Blogger F. Santos said...

Valeu de muito, hoje é outra "Internacional".

24 novembro, 2005 21:56  
Blogger Rodrigo Nunes said...

A Lei Bosman destruiu o futebol, e o resto é conversa.O futebol internacional acabou no momento em que o Benfica deixou de ser presença constante nas finais europeias, isto é afirmado por 97% dos europeus segundo uma sondagem recente cuja fonte não posso revelar.

25 novembro, 2005 00:02  
Blogger alex said...

"O futebol internacional acabou no momento em que o Benfica deixou de ser presença constante nas finais europeias, isto é afirmado por 97% dos europeus segundo uma sondagem recente cuja fonte não posso revelar."

ahahahahhahaha


Após um ano de 'excentricidade', gradualmente, o futebol irá voltar ao normal, isto é, às vitórias do FCP que, ainda não há muito, durante dois anos consecutivos, DOMINOU a EUROPA do futebol.
O resto....é conversa.

Jorge Nuno Pinto da Costa - PRESENTE!

25 novembro, 2005 12:04  
Blogger miazuria said...

Tem inteira razão fgsantos...

Apesar de tudo, viva o glorioso!

E o Atlético de Bilbao: um modelo a seguir!

Saudações

25 novembro, 2005 12:19  
Blogger AA said...

(muito baixinho)

marít! marít! marít! =)

25 novembro, 2005 12:51  
Blogger Duarte Branquinho said...

O problema é que dos clubes rapidamente se está a passar à mesma situação nas selecções ditas "nacionais" europeias...

25 novembro, 2005 17:31  
Anonymous patrick blese said...

é uma vergonha o que se está apassar. Já me referi a este péssimo exemplo do Marítimo várias vezes. Essa do Briguell está bem metida, rss

05 dezembro, 2005 20:40  

Enviar um comentário

<< Home