01 fevereiro 2006

Triste 1 de Fevereiro













Há 98 anos cumpria-se mais uma etapa da desagregação do nosso país. A propaganda trazida pelos soldados napoleónicos foi o vírus que alastrou sobretudo nos meios urbanos, espalhando a semente revolucionária. O liberalismo foi o recurso da burguesia bem pensante para a sua ascensão social e política. O Rei ficava remetido a um papel não totalmente figurativo mas fortemente condicionado pelas politiquices de Lisboa e pelas rivalidades inerentes ao rotativismo. O serviço à Nação era cada vez mais um anacronismo.
A propaganda revolucionária, apoiada numa mais que discutível benevolência das autoridades perante ataques de uma gravidade extrema ao Chefe de Estado, foi minando os já de si enfraquecidos alicerces do regime. «Quand les peuples cessent d'estimer, ils cessent d'obéir» dizia Rivarol. E esta máxima teve enorme expressão no nosso país.
Quando os assassinos roubam a vida a D. Carlos I e ao Príncipe Real D. Luís Filipe sabem que estão a empurrar a Nação para o regime republicano. Foi uma pedra na construção desse regime e uma pedra tumular para a Pátria. No cortejo fúnebre de D. Carlos e D. Luís Filipe vai também (mais) um pouco de Portugal.

10 Comments:

Blogger dragão said...

O liberalismo, o "ultimato inglês", "a implantação maçónica da República", a descalabro final da Índia, o 25 de Abril (porque é que o regime nem sequer se defendeu?) - qual é o factor comum a todos estes pregos no caixão do Império Português?...

01 fevereiro, 2006 14:58  
Blogger alex said...

Já sei!
Os americanos*!

Eu vi logo!!!!
Tinham que ser esses malandros!
Já em Alcácer Quibir foi o Pentágono que nos sabotou.
Enfim, uma lástima!


*se não forma eles foram os judeus, se não foram os judeus foram os ingleses, se não foram os ingleses foram os islandeses (ou os pigmeus) os portugas, esses, é que não foram de certezinha...emfim, o que faz falta é animar a malta e o que é preciso é Paz, Pão, Habitação, Saúde, Educação....

:o)

01 fevereiro, 2006 17:07  
Blogger F. Santos said...

Nelson, você não se cansa... de nos cansar?

01 fevereiro, 2006 17:09  
Blogger Sílvia said...

BOA, Buíça! Arrima-lhes com os cacos do Império...

01 fevereiro, 2006 19:01  
Blogger dragão said...

Ó Buiça, se você sente especial prazer em bancar o atrasado mental, é um caprico seu, de pleno direito, mas que, por básico pudor, devia abster-se de ostentar tão garridamente em público.
A casa não é minha, a conversa não era consigo, pelo que me fico por aqui.

01 fevereiro, 2006 19:01  
Blogger alex said...

"...em bancar o atrasado mental..."

:))

Então qual é o 'factor comum'?

As teorias (certamente bombásticas) não é só debitá-las.

Nota: neste(s) assunto(s), 'jogo' em casa e sei, muito bem, do que falo.
Muito melhor que muitos que andam por aí.

01 fevereiro, 2006 21:24  
Anonymous O Velho da Montanha said...

Meu caro. Pensava comentar o seu excelente post, mas depois de ler o que por aí está, perdi um pouco a vontade. Desculpe-me lá isso. Por outro lado você também já sabe o que penso deste assunto, pois constatei que já teve a gentileza de passar pelo meu blogue.
Cumprimentos.

01 fevereiro, 2006 22:00  
Blogger SA said...

Triste dia por tudo e mais alguma coisa... inclusivé os comentários que por aqui encontro!

01 fevereiro, 2006 22:11  
Blogger acja said...

Concordo, o Buiça devia ser encarcerado pelas besteiras que diz.

02 fevereiro, 2006 04:44  
Blogger alex said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

02 fevereiro, 2006 14:39  

Enviar um comentário

<< Home