06 março 2006

Killing is fun

Uma excelente reflexão (devidamente documentada com exemplos vídeo) sobre a violência gratuita de alguns soldados americanos no Iraque e o delírio que neles provoca o assassinato de iraquianos.
Guerra de libertação, promoção da democracia, so they say.

6 Comments:

Blogger alex said...

Tão desagradável (e condenável!) situação tem duas main causes:

1 - Uma grande parte (a maioria??) dos soldados do Exército dos EUA são recrutados dos estratos mais 'desfavorecidos' (de todas as raças e origens) da população dos EUA. Para esses jovens o Exército é quase a única saída para ganhar dinheiro. São criados num clima de grande violência e estão completamente habituados a ela.

2 - Os critérios de selecção do Exército dos EUA têm vindo a seguir, infelizmente, um 'plano inclinado'. Always going down....


Bom, mais cedo ou mais tarde vão ter de fazer algo quanto a isto. A continuar assim dentro em breve deixará de ser um Exército a passará a ser uma coisa tipo os Hunos....

Tá mal e borra irremediavelmente a pintura.

06 março, 2006 21:50  
Blogger Rui Rocha said...

Alie isso...
http://santoscasa.blogspot.com/2006/03/killing-is-fun.html

...a isto...
http://opinioespublicas.blogspot.com/2006/03/ouvir-os-intervenientes.html

...ou isto...
http://margensdeerro.blogspot.com/2006/03/sondagem-aos-militares-americanos-no.html

...,como entender.

cumprimentos

06 março, 2006 22:59  
Blogger F. Santos said...

Nelson, desta vez tenho que louvar a sua análise mais serena e menos "partisan" que habitualmente.

07 março, 2006 09:57  
Blogger Mais Notas Soltas said...

Pois. O Sadam Hussein era melhor.

07 março, 2006 22:32  
Blogger F. Santos said...

Comentário inteligente.

08 março, 2006 08:45  
Blogger JSarto said...

À aten~ção do Buíça - http://www.iranjewish.com/English.htm

08 março, 2006 12:28  

Enviar um comentário

<< Home